Cielo anuncia lucro líquido consolidado de R$ 635,3 milhões no 2T22, alta de 252%

Atualizado em -

Cielo anuncia lucro líquido consolidado de R$ 635,3 milhões no 2T22, alta de 252% Freepik
► Movida encerra o 2T22 com lucro líquido de R$ 186,8 milhões, crescimento de 7,4%► Anbima: Pessoa física investe 2,8% a mais no semestre e supera R$ 4,6 trilhões► Vendas de veículos novos têm leve baixa em julho, segundo Fenabrave

A Cielo (CIEL3) anunciou um lucro líquido consolidado, incluindo o resultado de todas as suas controladas, de R$ 635,3 milhões no 2T22. Esse resultado representa um aumento de 252% sobre o mesmo período do ano passado e também se consagra como o melhor desempenho desde o 4T18. Segundo a companhia, esse resultado é reflexo da estratégia de desinvestimento adotada, com a venda da unidade norte-americana MerchantE, que resultou em um impacto positivo não recorrente de R$ 282 milhões.

Por sua vez, o lucro líquido recorrente atingiu R$ 383,4 milhões, um crescimento de 112,5% sobre o resultado reportado no 2T21.

No entanto, a receita líquida da companhia caiu 9,7% no 2T22, com R$ 2,5 bilhões, refletindo a perda de receita de e-Solutions

Já o Ebtida consolidado foi de R$ 1,1 bilhão, crescimento de 103,7% sobre a mesma base de comparação. Isolando os efeitos extraordinários, o indicador encerrou o trimestre com R$ 914,7 milhões registrando aumento de 57,5% sobre o 2T21 e 28,6% sobre 1T22, com margem Ebitda de 36% no 2T22, contra 20,7% no 2T21 e 25,8% no 1T22.

No trimestre, o volume total de pagamentos foi de R$ 221 bilhões, alta de 33,8% sobre 2T21 e crescimento de 11,4% em relação ao trimestre anterior.

Juros Sobre Capital Próprio

A Cielo também aprovou o pagamento de R$ 224, 2 milhões de Juros Sobre Capital Próprio referentes ao 2T22. O valor final por ação dos JCP é de R$ 0,08321961183 pago no dia 23 de setembro, com base na composição acionária do dia 10 de agosto.

CEO deixa cargo

Após um ano na presidência da Cielo, Gustavo Sousa anunciou a saída do cargo. Quem assumirá a frente da companhia temporariamente será a atual vice-presidente Comercial de Grandes Contas, Renata Andrade Daltro dos Santos.

Relacionados:

► Movida encerra o 2T22 com lucro líquido de R$ 186,8 milhões, crescimento de 7,4%► Anbima: Pessoa física investe 2,8% a mais no semestre e supera R$ 4,6 trilhões► Vendas de veículos novos têm leve baixa em julho, segundo Fenabrave

Leia mais: