Nos EUA, construções de moradias iniciadas caem 14,4% em maio ante abril

Atualizado em -

Nos EUA, construções de moradias iniciadas caem 14,4% em maio ante abril Envato
► Invista agora na Renda Fixa► Banco Central americano faz o maior aumento da taxa de juros desde 1994 e deve seguir aperto agressivo ► Copom eleva juros básicos da economia para 13,25% ao ano

(Estadão Conteúdo) - As construções de moradias iniciadas nos Estados Unidos despencaram 14,4% em maio ante abril, à taxa anualizada de 1,549 milhão, segundo dados publicados nesta quinta-feira (16) pelo Departamento do Comércio. Analistas consultados pelo The Wall Street Journal previam queda bem menor no período, de 2,6%.

O número de abril, porém, foi revisado para cima, de 1,724 milhão para 1,810 milhão.

O total de permissões para novas obras, por sua vez, caiu 7,0% na comparação mensal de maio, a 1,695 milhão. Neste caso, o mercado esperava um recuo de 2,1%.

Auxílio-desemprego

O número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos teve leve queda de 3 mil na semana encerrada em 11 de junho, a 229 mil, segundo dados com ajustes sazonais publicados nesta quinta-feira (16) pelo Departamento do Trabalho americano. O resultado ficou acima da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam 220 mil solicitações.

O total de pedidos da semana anterior foi levemente revisado para cima, de 229 mil para 232 mil.

Relacionados:

► Invista agora na Renda Fixa► Banco Central americano faz o maior aumento da taxa de juros desde 1994 e deve seguir aperto agressivo ► Copom eleva juros básicos da economia para 13,25% ao ano

Leia mais: