Fala de Powell sobre aumento moderado da taxa de juros acalma mercado, que opera em alta

Atualizado em -

Fala de Powell sobre aumento moderado da taxa de juros acalma mercado, que opera em alta Freepik
► Lucro líquido da Copel recua 11,8% no 1T22; prejuízo da Light mais do que dobra► Opep: menor crescimento da economia global diminui demanda por petróleo► Americanas e Guararapes recuperam parte do prejuízo no 1T22

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Ontem, o Ibovespa fechou em alta de +1,25% aos 105.687 pontos. O índice Dow Jones recuou 0,33%, com o S&P 500 caindo 0,12%, enquanto o Nasdaq teve queda de -0,06%. Por sua vez, o dólar comercial fechou em queda de -0,06% a R$ 5,14.

Internacional

Hoje, os mercados mundiais operam em alta, reagindo à fala do presidente do FED, Jerome Powell, o qual seguiu demais diretores da instituição e disse que o FOMC deverá seguir seu ritmo de elevação da taxa de juros em 50 bps para as próximas reuniões. Por ora, Powell diz que o FED não está ‘ativamente considerando’ altas de 75 bps.

O S&P 500 futuro indicava alta de +1,08% por volta das 10h.

Ontem, a Rússia ameaçou uma retaliação contra a Finlândia, depois que os líderes do país disseram que a nação do norte da Europa deve se inscrever para ingressar na Otan “sem demora”. Ainda, os líderes europeus estão enfrentando uma corrida para garantir fornecedores alternativos de gás depois que Moscou anunciou sanções às subsidiárias europeias de sua corporação estatal majoritária Gazprom. A medida ocorreu depois que a operadora de rede estatal da Ucrânia suspendeu os fluxos russos para a Europa por meio de um ponto de entrada importante.

Na Europa, a produção industrial da Zona do Euro de março recuou 1,8% m/m (exp. -2,0%).

Por volta das 10h, o Eurostoxx operava em alta de +1,55%.

No mercado asiático, as bolsas subiram após autoridades de Beijing descartarem lockdown na cidade, enquanto Xangai planeja alcançar fim da transmissão comunitária do vírus nas próximas semanas de maio.

A bolsa de Shangai fechou em alta de +0,96%, a bolsa do Japão em alta de +2,64% e a bolsa de Hong Kong fechou em alta de +2,68%.

Commodities

Entre as commodities, os contratos futuros do minério de ferro em Dalian (China) fecharam em alta de +0,98% e o petróleo Brent opera em alta de +1,60%.

Corporativo

No cenário corporativo, o presidente Jair Bolsonaro disse ontem que cogita ingressar com ações legais contra a Petrobras por conta da alta do preço dos combustíveis. Em uma transmissão ao vivo no Facebook, ele afirmou estar “buscando maneiras legais para fazer com que a Petrobras cumpra o seu papel social definido pela Constituição”.

A temporada de resultados continua, tendo hoje a divulgação da Auren (AURE3), Biomm (BIOM3), Celesc (CLSC4), Cemig (CMIG4), Cosan (CSAN3), Cyrela (CYRE3), Eucatex (EUCA3), Fertilizantes Heringer (FHER3), Kora (KRSA3), Lupatech (LUPA3), M Dias Branco (MDIA3), Raízen (RAIZ4), Renova (RNEW3), Saraiva (SLED3), SER Educacional (SEER3) e Wilson Sons (PORT3).

Quanto aos resultados já divulgados, este foram os lucros líquidos do primeiro trimestre de 2022 em relação ao mesmo período de 2021:

  • Americanas (AMER3): - R$ 137 milhões (- 38%);
  • B3 (B3SA3): R$ 1,1 bilhão (- 12%);
  • MRV (MRVE3) R$ 71 milhões (- 47,8%).

Relacionados:

► Lucro líquido da Copel recua 11,8% no 1T22; prejuízo da Light mais do que dobra► Opep: menor crescimento da economia global diminui demanda por petróleo► Americanas e Guararapes recuperam parte do prejuízo no 1T22

Leia mais: