IGP-M registra avanço de 1,82% em janeiro e acumula alta de 16,91% em 12 meses

Atualizado em -

IGP-M registra avanço de 1,82% em janeiro e acumula alta de 16,91% em 12 meses Getty Images
► Índice de Variação de Aluguéis Residenciais subiu 0,66% em dezembro, aponta FGV► FGV: inflação medida pelo IGP-10 sobe 1,79% em janeiro► Fundo imobiliário CSHG negocia primeiras unidades acima do valor esperado

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), considerado a "inflação do aluguel", registrou alta de 1,82% em janeiro e começou o ano dando sinais de aceleração quando comparado com a taxa de 0,87% registrada em dezembro. Segundo os dados divulgados nesta sexta-feira (28) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-M acumula alta de 16,91% nos últimos 12 meses. Em janeiro de 2021, o índice havia subido 2,58% e acumulava alta de 25,71% em 12 meses.

“A inflação ao produtor segue espalhada. Os preços dos bens de investimento subiram 2,07%, ante 0,78%, em dezembro de 2021. Já os preços de materiais e componentes para manufatura avançaram para 1,33%, depois de subirem 0,40% no mês passado. Por fim, o minério, embalado pela escalada do preço internacional, fechou janeiro com alta de 18,26% e respondeu por 52% do resultado do IPA”, explica André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) subiu 2,30% em janeiro, após alta de 0,95% em dezembro. Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) variou 0,42% em janeiro, ante 0,84% em dezembro. Por fim, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 0,64% em janeiro, ante 0,30% em dezembro.

Relacionados:

► Índice de Variação de Aluguéis Residenciais subiu 0,66% em dezembro, aponta FGV► FGV: inflação medida pelo IGP-10 sobe 1,79% em janeiro► Fundo imobiliário CSHG negocia primeiras unidades acima do valor esperado

Leia mais: