Mantendo trajetória de alta, Ibovespa alcança os 109 mil pontos

Atualizado em -

Mantendo trajetória de alta, Ibovespa alcança os 109 mil pontos Artem Podrez | Pexels
► Reserva de emergência: antes de avançar com seus investimentos, construa sua segurança financeira► BNDES aprova desestatização da CODESA; investimentos são estimados em R$ 1,3 bi► JBS anuncia precificação de notas sêniores de subsidiárias nos EUA

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

O índice brasileiro encerrou o dia em alta de +1,01%, cotado aos 109.101 pontos, em seu terceiro dia consecutivo de alta. Com isso, fechou no maior patamar desde outubro, novamente fugindo da queda vista nos mercados em Nova York (EUA).

No Brasil, a alta generalizada dos papéis ligados à economia interna, como varejo, tecnologia e serviços deu impulso ao índice local. Grandes bancos e empresas de siderurgia e mineração ficaram do lado oposto.

Em Nova York, as bolsas chegaram a ensaiar uma recuperação repercutindo balanços de empresas e subiram durante a maior parte do dia. Porém, zeraram ganhos e inverteram sinal na última hora do pregão.

Enquanto isso, o dólar comercial registra queda de 0,9% a R$ 5,416 na compra e a R$ 5,417 na venda.

Maiores altas:

  • Banco Inter BIDI11 +13,16% R$ 25,46
  • CVC CVCB3 +10,47% R$ 12,77
  • Petz PETZ3 +9,71% R$ 16,16

Maiores baixas:

  • Carrefour CRFB3 -2,59% R$ 14,65
  • Suzano SUZB3 -2,49% R$ 60,31
  • Metalúrgica Gerdau GOAU4 -1,73% R$ 11,90

Relacionados:

► Reserva de emergência: antes de avançar com seus investimentos, construa sua segurança financeira► BNDES aprova desestatização da CODESA; investimentos são estimados em R$ 1,3 bi► JBS anuncia precificação de notas sêniores de subsidiárias nos EUA

Leia mais: