Caixa prevê crescimento do crédito imobiliário de 10% em 2022

Atualizado em -

Caixa prevê crescimento do crédito imobiliário de 10% em 2022 Divulgação | Caixa
► Negociar o aluguel ou comprar a casa própria? Inflação faz brasileiro pensar nas opções► Selic alta impacta nos Fundos Imobiliários; Diversificar tipos de FIIs é um bom caminho para investir► IBGE: inflação oficial fecha 2021 com alta de 10,06%

Em meio ao ciclo de alta da taxa básica de juros, a Caixa Econômica Federal prevê um aumento de 10% dos créditos imobiliários em 2022. Presidente da estatal estima que o valor de concessões supere a marca dos R$ 150 bilhões de reais.

Com estoque de financiamento de R$ 542 bilhões de reais, segundo últimos dados publicados, a Caixa se consolida mais uma vez como a maior financiadora imobiliária do país.

O setor teve um forte crescimento até o final do ano passado devido à queda da Selic. Porém, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). em nota divulgada no último dia 3, o crédito imobiliário deve ficar mais caro em 2022 devido a alta da Selic para controlar a inflação. A taxa básica de juros saiu da mínima histórica de 2% ao ano e saltou para os 9,25%.

Essa alta nas taxas será repassada ao crédito imobiliário. O Custo Efetivo Total (CET - inclui os juros e outras taxas embutidas no financiamento) médio para financiar um imóvel de R$ 375 mil aumentou de 7,59% ao ano, em janeiro, para 8,99% ao ano, em dezembro, de acordo com plataforma de crédito imobiliário Melhortaxa.

Mesmo assim, o cenário ainda é promissor para Guimarães. O presidente – executivo da estatal alega que a Caixa deve seguir ampliando os desembolsos por possuir taxas de juros mais baixa do que a maioria dos concorrentes e possuir linhas de créditos menos impactadas pela inflação.

Durante o período mais acentuado da pandemia de Covid-19, o banco concedeu pausa nos pagamentos dos financiamentos de mais de 2,5 milhões de contratos.

Relacionados:

► Negociar o aluguel ou comprar a casa própria? Inflação faz brasileiro pensar nas opções► Selic alta impacta nos Fundos Imobiliários; Diversificar tipos de FIIs é um bom caminho para investir► IBGE: inflação oficial fecha 2021 com alta de 10,06%

Leia mais: