Usiminas e Light farão parte do Índice de Carbono Eficiente (ICO2) da B3 em 2022

Atualizado em -

Usiminas e Light farão parte do Índice de Carbono Eficiente (ICO2) da B3 em 2022 Divulgação | Usiminas
► Light reverte prejuízo e lucra R$ 3,2 mi no segundo trimestre► Com crescimento de 821%, Usiminas registra lucro líquido de R$ 1,8 bilhão

A Usiminas (USIM5) registrou ao público em geral que foi selecionada para compor a carteira do Índice de Carbono Eficiente (ICO2) da B3. O índice é composto por ações das empresas participantes do IBrX 100.

De acordo com a empresa, o movimento "demonstra o comprometimento da companhia com a transparência de suas emissões dos gases efeito estufa e de como está se preparando para uma economia de baixo carbono".

"A entrada no índice é o reconhecimento das ações que a Usiminas implementou neste último ano, em especial a elaboração de seu inventário de emissão GEE baseado na metodologia do GHG Protocol e com certificação seguindo os padrões da ISO 14.064, o que reforça seu compromisso com as melhores práticas ESG", informou Alberto Ono, vice-Presidente de Finanças e Relações com Investidores, em comunicado.

Light

Já a Light (LIGT3) comunicou ao mercado em geral que foi selecionada para integrar a 17ª carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 (ISE B3) e, também, a carteira do ICO2 B3 válidas para 2022. A companhia está pelo 15º ano consecutivo no ISE B3 e pelo segundo ano no ICO2 B3.

A nova carteira do ISE B3 reúne 46 empresas de 27 setores, selecionadas com base na nova metodologia do índice. Esse ano, o processo seletivo passou a utilizar dados externos sobre governança climática e risco reputacional, além de questionários setorizados com os temas mais relevantes para cada segmento econômico.

"Para a Light, integrar as carteiras do ISE B3 e do ICO2 B3 reflete a sua essência estratégica, que incorpora fatores ESG (Ambiental, Social e Governança) na condução do seu negócio. Com isso, reiteramos o nosso foco na transparência, prestação de contas, equidade e no diálogo constante com nossos stakeholders", apontou a empresa.

Relacionados:

► Light reverte prejuízo e lucra R$ 3,2 mi no segundo trimestre► Com crescimento de 821%, Usiminas registra lucro líquido de R$ 1,8 bilhão

Leia mais: