Por que começar a investir hoje em Previdência Privada?

Atualizado em -

Por que começar a investir hoje em Previdência Privada? Vidal Balielo Jr. | Pexels
► PGBL pode se tornar mais atrativo para quase 7 milhões de pessoas com a reforma tributária► Planejamento financeiro e consciência

Para quem ainda se pergunta se vale a pena ter uma previdência complementar, aqui vão alguns pontos a serem pensados. 1 - Investir parte dos seus ganhos em previdência privada pode te ajudar a pagar menos Imposto de Renda (IR); 2 - acelerar o seu processo de acumulação de patrimônio; 3 - te ajudar a se aposentar mais cedo.

A reforma da previdência, a subida da inflação e as atuais incertezas econômicas de alguns setores financeiros no Brasil ajudam a gerar um cenário de necessidade cada vez maior de se ter um planejamento previdenciário para uma vida longeva com qualidade.

Um levantamento inédito da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi) revela que as reservas dos planos de previdência privada aberta somaram, entre janeiro e outubro deste ano, R$ 1.040 trilhão - volume 5,9% maior do que o registrado no mesmo período de 2020. O montante aponta uma recuperação gradual do setor após o auge da crise econômica causada pela Covid-19.

Ainda de acordo com a organização, que representa 65 seguradoras e entidades abertas de previdência complementar, os aportes no setor superaram R$ 112,2 bilhões até outubro (alta de 15,2% em relação aos dez primeiros meses de 2020) e os resgates chegaram a R$ 84,7 bilhões (25% maiores do que no ano passado, no mesmo período). E, na captação líquida do segmento, houve recuo de 7,3% acumulado durante o ano - com R$ 27,3 bilhões arrecadados.

Menos IR

Se o formulário de declaração anual do Imposto de Renda for na modalidade completa, daí poderá ser utilizado o PGBL para ter um incentivo fiscal de dedução legal no IR de até 12% da renda bruta no ano.

"Em relação a esse benefício fiscal do PGBL, deve ser feito no ano calendário. Ou seja, no próximo ano de 2022 deve ser feita a declaração de ajuste anual do IR referente ao calendário de 2021. Então, esse aporte em PGBL tem que ter acontecido em 2021", explica Carolina Cipriani, especialista em Seguros da VLGI Vida.

Na prática, ao optar pela declaração completa do IR, o investidor pode abater de sua renda tributável o valor investido em qualquer PGBL, desde que não ultrapasse 12% dessa renda. Por exemplo, alguém com renda bruta anual de R$ 100 mil em 2021 pode aportar até R$ 12 mil em PGBL ainda neste ano para obter o benefício máximo.

Com base nas principais dúvidas dos que desejam entender melhor como funcionam os investimentos em previdência privada, o Mercado1Minuto preparou um vídeo educativo respondendo aos questionamentos dos nossos seguidores. Assista a íntegra e aprenda mais sobre as características deste tipo de aplicação.

Relacionados:

► PGBL pode se tornar mais atrativo para quase 7 milhões de pessoas com a reforma tributária► Planejamento financeiro e consciência

Leia mais: