Nubank compra Olivia, startup de Inteligência Artificial de auxílio no controle financeiro

Atualizado em -

Nubank compra Olivia, startup de Inteligência Artificial de auxílio no controle financeiro Divulgação / Nubank
► Nubank compra a Spin Pay, de pagamentos► Nubank publica prospecto de oferta de BDRs no Brasil e IPO em Nova York

Nesta quarta-feira (17), o Nubank anunciou a aquisição da fintech brasileira Olivia, de Inteligência Artificial (IA) para educação financeira. A informação foi publicada pela página oficial de notícias da própria empresa, mas o valor não foi divulgado. A compra ainda deve ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Com a nova aquisição, o Nubank passará a oferecer a plataforma de serviços da fintech, além de integrar à sua empresa o time da startup por completo. De acordo com a instituição financeira digital, o objetivo da compra é permitir a oferta de serviços diferenciados e com foco nas necessidades reais dos clientes. Até então, não foi divulgado se o aplicativo continuará em funcionamento ou será restrito aos serviços da nova proprietária.

“Com o talento do time da Olivia e a nossa infraestrutura escalável, conseguiremos levar aos clientes o que há de melhor em soluções personalizadas para suas necessidades" disse David Veléz, fundador e CEO do Nubank, em nota.

Criada em 2016 nos Estados Unidos por Cristiano Oliveira e Lucas Moraes, a Olivia chegou ao Brasil três anos depois com um cheque de R$ 25 milhões do banco BV. Desde então, a startup oferece soluções para controle financeiro e controle de gastos, com base nos hábitos dos usuários.

Após alguns meses de atividade no Brasil, a startup já contava com 30.000 usuários preocupados com suas finanças. Todo o auxílio da plataforma é feito com IA, desde os dados bancários, frequência de consumo e outros detalhes sobre o cotidiano financeiro dos utilizadores.

"Mesmo com crescimento acelerado nos últimos dois anos e previsão de gerar caixa no início de 2022, não podíamos deixar passar a oportunidade de acelerar a visão da Olivia com a escala e os recursos do Nubank.”

A Olivia é a sexta aquisição do Nubank desde 2020, com catálogo recente incluindo a plataforma de investimentos Easyinvest, que agora se chama Nu Invest. Além do mais, ainda em 2021, o Nubank também comprou a Spin Pay, empresa de soluções de pagamento para o e-commerce.

Ações

Nas vésperas da chegada da Oferta Pública Inicial (IPO) prevista para dezembro, os clientes do Nu Invest - plataforma de investimentos do Nubank - puderam tornar-se sócios do banco digital a partir das 10h do dia 9 de novembro ao acessar o próprio aplicativo.

Os usuários puderam ter acesso à aquisição de um Brazilian Depositary Receipts (BDR), sob código de negociação “NUBR33” na B3 (Bolsa de Valores brasileira). No entanto, os BDRs disponibilizados não possuem custo. Os investidores podem negociá-los após 12 meses, também podendo decidir em mantê-los ou vendê-los.

Segundo o prospecto da empresa, estima-se que o preço por BDR estará situado entre R$ 9,35 e R$ 10,29. Além disso, a alocação para o programa é de 20.617.614 BDRs, no valor total de R$ 202,5 milhões.

Relacionados:

► Nubank compra a Spin Pay, de pagamentos► Nubank publica prospecto de oferta de BDRs no Brasil e IPO em Nova York

Leia mais: