Planos de IPO da Havan são interrompidos pela segunda vez

Atualizado em -

Planos de IPO da Havan são interrompidos pela segunda vez Divulgação / Havan
► O que é uma IPO e como posso avaliar uma oportunidade?► Havan suspende IPO após avaliação de investidores

Nesta segunda-feira (23), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) anunciou a rejeição do pedido de registro de companhia aberta da Havan pela segunda vez. O empresário Luciano Hang, CEO e co-fundador da Havan, tem tido dificuldades de colocar em ação seu plano de abrir o capital da empresa.

Não ficou claro se essa segunda suspensão partiu da própria Havan. Nessa segunda tentativa, Luciano Hang não solicitou o pedido de registro da companhia aberta logo com a requisição de oferta em ações, indicando que o empresário estaria aguardando uma melhora no mercado para realizar a operação.

Primeiros planos

Em agosto do ano passado, a Havan protocolou o primeiro pedido de registro e o prospecto preliminar de sua oferta inicial de ações na CVM.

No entanto, no início de outubro, a companhia decidiu suspender a operação depois de se frustrar com o interesse de mercado menor do que o esperado para alcançar o valor da empresa numa faixa entre R$70 bilhões e R$100 bilhões.

No primeiro trimestre deste ano, o Grupo Havan registrou lucro líquido abrangente de R$153,2 milhões e faturamento bruto de R$2,34 bilhões, crescimento de 175% em relação ao mesmo período de 2020.

Relacionados:

► O que é uma IPO e como posso avaliar uma oportunidade?► Havan suspende IPO após avaliação de investidores

Leia mais: