Localiza vai pagar R$ 72,3 milhões em juros sobre capital próprio; Guararapes paga R$ 15 milhões

Atualizado em -

Localiza vai pagar R$ 72,3 milhões em juros sobre capital próprio; Guararapes paga R$ 15 milhões Divulgação | Internet
► Quanto as empresas pagam aos acionistas de rendimento de dividendos (Dividend Yield)?► Copasa aprova R$ 55,2 milhões em Juros sobre Capital Próprio; Cemig pagará R$ 741 milhões em proventos

A Localiza Rent a Car (RENT3) vai pagar aos seus acionistas no dia 20 de agosto juros sobre o capital próprio no valor bruto de R$72.357.107,03. O valor bruto por ação a ser pago é de R$0,096195083. Terão direito ao pagamentos os acionistas com participação na empresa até o dia 29 de junho.

Em documento encaminhado nesta quinta-feira (24), a Localiza também informa que foi aprovado um plano de recompra de ações autorizando a Diretoria adquirir ações de emissão da própria Companhia para permanência em tesouraria e posterior alienação ou cancelamento, sem redução do capital social, com o objetivo de maximizar a geração de valor para os acionistas ou liquidar as opções de compra de ações no âmbito dos Planos de Incentivo de Longo Prazo.

Resultados

A Localiza registrou lucro líquido no 1T21 de R$ 482,3 milhões, uma alta de 108,9% em relação aos R$ 230,8 milhões registrados no mesmo período do ano passado. Em comparação ao primeiro tri de 2020, a receita líquida consolidada ficou estável em R$ 2,79 bilhões.

Guararapes

A Guararapes (GUAR3), dona das lojas Riachuelo, autorizou o pagamento de juros sobre capital próprio no valor bruto de R$15.025.842,94, correspondentes a R$ 0,0301 por ação, considerando a quantidade de 499.197.440 ações ordinárias. A data de pagamento ainda não foi definida. Terão direito ao JCP os acionistas com participação na empresa em 29 de junho.

Resultados

No primeiro trimestre de 2021, a Guararapes teve receita líquida consolidada de R$1.243,4 milhões, 23,5% menor que os R$1.624,8 milhões apurados no mesmo período de 2020. O lucro bruto consolidado caiu 37,1%, passando de R$1.028,9 milhões no 1T20 para R$646,9 milhões no 1T21. O EBITDA Ajustado reduziu 66,9%, atingindo R$33,5 milhões no 1T21. O Grupo encerrou o primeiro trimestre com um prejuízo líquido de R$104,9 milhões, 120,8% maior que o prejuízo registrado no 1T20 de R$47,5 milhões.

Relacionados:

► Quanto as empresas pagam aos acionistas de rendimento de dividendos (Dividend Yield)?► Copasa aprova R$ 55,2 milhões em Juros sobre Capital Próprio; Cemig pagará R$ 741 milhões em proventos

Leia mais: