JBS fecha 4T20 com lucro de R$ 4 bilhões; Grupo Mateus tem ganhos de R$ 241 milhões no período

Atualizado em -

JBS fecha 4T20 com lucro de R$ 4 bilhões; Grupo Mateus tem ganhos de R$ 241 milhões no período Divulgação / JBS
► Intelbras encerra 4T20 com lucro líquido de R$ 206,7 milhões, alta de 190% na comparação com o 4T19 ► IPO da Mater Dei pode levantar R$ 2 bilhões

A JBS (JBSS3) divulgou seus resultados do quarto trimestre de 2020. Os dados apontaram que a empresa fechou o 4T20 com lucro líquido de R$ 4 bilhões, crescimento de 65% em relação aos R$ 2,44 bilhões registrados no 4T19. No acumulado de 2020, o montante ficou em R$ 4,60 bilhões, queda de 24,2% em relação a 2019, quando o valor ficou em R$ 6,07 bilhões.

Ainda segundo os dados divulgados, a receita líquida acelerou 33,1% no comparativo trimestral, ficando em R$ 76,06 bilhões no último trimestre do ano passado. No acumulado anual, a receita líquida cresceu 32,1%, somando R$ 270,20 bilhões.

O Ebitda ajustado da JBS fechou em R$ 7,03 bilhões no 4T20. O resultado no total do ano passado foi de R$ 29,55 bilhões, aceleração de 48,7% na comparação com 2019.

Segundo os dados divulgados pela companhia, nos últimos três meses de 2020, em relação ao número de vendas, 75% aconteceram em mercados domésticos em que a JBS tem atuação e os outros 25% das vendas aconteceram por meio de exportações.

Grupo Mateus

O Grupo Mateus (GMAT3) informou que no quatro trimestre do último ano foi obtido um lucro de R$ 241 milhões, alta de 142,7% em relação ao resultado do mesmo trimestre de 2019. O lucro anual foi de R$ 776 milhões, aceleração de 112% em relação ao ano anterior.

No acumulado do ano, a receita líquida da varejista cresceu 42,4%, na comparação com o mesmo período de 2019, ficando em R$ 12,397 bilhões. No último trimestre de 2020, a receita avançou 52,2%, somando R$ 3,635 bilhões.

Segundo os dados, o Ebitda ajustado da empresa entre outubro e dezembro ficou em R$ 289 milhões, alta de 767% na comparação com o 4T19. Já o montante anual fechou em R$ 1 bilhão, crescimento de 76,8% na comparação com 2019.

O grupo encerrou o ano de 2020 com um caixa líquido de R$ 1,534 bilhão, resultado positivo em relação a dívida líquida de R$ 487 milhões que havia sido registrada no final de 2019.

Relacionados:

► Intelbras encerra 4T20 com lucro líquido de R$ 206,7 milhões, alta de 190% na comparação com o 4T19 ► IPO da Mater Dei pode levantar R$ 2 bilhões

Leia mais: