Conab aponta que produção de café em 2021 pode ter baixa de até 30,5%

Atualizado em -

Conab aponta que produção de café em 2021 pode ter baixa de até 30,5%  Marcelo Camargo/Agência Brasil
► Pesquisa confirma aumento do consumo de alimentos saudáveis durante pandemia► Exportações do agro ultrapassam barreira dos US$ 100 bilhões pela segunda vez

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) projetou em seu primeiro levantamento que a safra de café do Brasil, em 2021, vai ficar entre 43,85 milhões e 49,58 milhões de sacas de 60 quilos. Esse resultado corresponderia a uma queda que pode variar de 21,4% e 30,5% em relação ao resultado da última safra.

Ainda segundo os dados divulgados, a estimativa de produção de café arábica ficou entre 29,7 milhões e 33 milhões de sacas. Esses números apontam uma queda que varia de 32,4% a 39% na comparação com os resultados de 2020.

A produção de café robusta teve uma projeção que pode ficar entre uma desaceleração de 1,2% a um aumento de 16%. A estimativa da Conab é que uma quantia entre 14,13 milhões e 16,6 milhões de sacas sejam produzidas no atual ano.

Segundo o relatório da estatal, a baixa deve acontecer na safra mesmo com um aumento de 1,2% na área total cultivada de café. No atual ano, a área cultivada deve chegar a 2,18 milhões de hectares.

“Ao contrário da área em produção que é a menor dos últimos 20 anos, a área em formação é a maior desse período, reflexo da grave seca que assolou os cafezais e induziu os produtores a aproveitar o ano de bienalidade negativa e destinar uma maior área para realizar tratos culturais nos cafezais”, acrescentou a Conab.

Os dados apontam que a área com café arábica deve crescer 1,1% e chegar a 1,77 milhão de hectares. Já a com café robusta deve aumentar 2%, ficando em 409,6 mil hectares.

Relacionados:

► Pesquisa confirma aumento do consumo de alimentos saudáveis durante pandemia► Exportações do agro ultrapassam barreira dos US$ 100 bilhões pela segunda vez

Leia mais: