CNI informa que emprego na indústria cresceu em um movimento atípico para dezembro

Atualizado em -

CNI informa que emprego na indústria cresceu em um movimento atípico para dezembro Pixabay
► CSN se organiza para realizar IPO de unidade de mineração; oferta pode movimentar R$ 5,3 bilhões ► Conab aponta que produção de café em 2021 pode ter baixa de até 30,5%

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) informou nesta quinta-feira (21) que, pela primeira vez em dez anos, houve aumento de emprego no mês de dezembro. O índice de evolução do número de empregados ficou em 50,5 pontos, acima da linha divisória de 50 pontos, demonstrando crescimento do emprego.

A pesquisa Sondagem Industrial da confederação entrevistou 1.887 empresas, sendo 741 de pequeno porte, 669 de médio porte e 477 grandes empresas, entre 4 e 15 de janeiro. A atividade industrial encerrou o ano relativamente forte, embora os sinais de desaceleração já possam ser percebidos.

“A atividade industrial de dezembro mostra uma desaceleração da indústria, mas ao mesmo tempo, vemos que a utilização da capacidade instalada é maior desde 2013 para o mês. Portanto, nós temos que celebrar o aumento no número de empregos neste mês, pois, normalmente, as contratações só ocorrem na indústria em outubro e novembro”, explica o diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi.

De acordo com a pesquisa, a produção industrial caiu em dezembro de 2020, quebrando uma sequência de seis meses consecutivos de crescimento. O índice de evolução da produção ficou em 46,8 pontos, abaixo da linha divisória de 50 pontos, ou seja, reflete queda da produção na comparação com o mês anterior. Os estoques continuam abaixo do planejado.

Relacionados:

► CSN se organiza para realizar IPO de unidade de mineração; oferta pode movimentar R$ 5,3 bilhões ► Conab aponta que produção de café em 2021 pode ter baixa de até 30,5%

Leia mais: