Trump ameaça não sancionar acordo bilionário aprovado no Congresso

Atualizado em -

Trump ameaça não sancionar acordo bilionário aprovado no Congresso Isac Nóbrega | PR
► Fed mantém taxa de juros dos EUA entre 0% e 0,25% e vê taxa perto de zero até 2023► Congresso dos EUA chega a acordo para aprovar pacote de apoio de US$ 900 bilhões

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ainda não assinou o projeto de US$ 892 bilhões para aliviar os impactos econômicos da pandemia sob a justificativa de que há necessidade de elevar o valor dos cheques de estímulo para os norte-americanos.

Segundo as agências Reuters e AFP, a ameaça do presidente coloca em risco um esforço bipartidário no Congresso para amenizar o estrago econômico provocado pela Covid-19. As operações do governo dos EUA estão sendo financiadas de forma temporária até 28 de dezembro, aguardando US$ 1,4 trilhão em gastos federais para o ano fiscal de 2021 que também está contemplado no projeto de lei.

“O projeto que eles estão planejando enviar agora para minha mesa é muito diferente do que o esperado”, disse Trump em vídeo no Twitter. “É realmente uma desgraça”, completou.

Trump disse querer que o Congresso aumente o valor dos cheques de estímulo para 2 mil dólares por pessoa ou 4 mil dólares para casais, em vez do valor “ridiculamente baixo” de 600 dólares para pessoas que está no projeto. Trump também reclamou do dinheiro fornecido a países estrangeiros e outros gastos que fazem parte do projeto para financiar o governo dos EUA.

Donald Trump deixa a presidência no dia 20 de janeiro, quando o democrata Joe Biden toma posse.

Relacionados:

► Fed mantém taxa de juros dos EUA entre 0% e 0,25% e vê taxa perto de zero até 2023► Congresso dos EUA chega a acordo para aprovar pacote de apoio de US$ 900 bilhões

Leia mais: