Ser Educacional anuncia que chegou a um acordo para adquirir Laureate Brasil; Yduqs entra na disputa

Atualizado em -

Ser Educacional anuncia que chegou a um acordo para adquirir Laureate Brasil; Yduqs entra na disputa Foto: Freepik
► Yduqs tem prejuízo de R$ 79,5 milhões no trimestre; ações na B3 despencam► Petz estreia na B3 com ações valorizando 21,82%

A Ser Educacional (SEER3) anunciou hoje, segunda-feira (14), em fato relevante que chegou a um acordo para adquirir a Laureate Brasil, que possui entre os seus ativos as unidades do Centro Universitário FMU e da Universidade Anhembi Morumbi (UAM), em São Paulo.

A nota afirma que transação consiste na aquisição de 100% da participação societária por meio da compra e venda de certo percentual de quotas da Laureate com pagamento em caixa, seguida pela incorporação. O negócio está avaliado em R$ 4 bilhões, sendo R$ 1,7 bilhão em dinheiro e entrega de 44% das ações da nova companhia à Laureate.

"O negócio criará o quarto maior grupo de ensino superior do Brasil, com aproximadamente 450 mil alunos nas modalidades de ensino presencial e a distância, mais de 100 campi universitários, mais de 500 polos de ensino a distância e presença nos 26 Estados e no Distrito Federal", disse a Ser.

A transação ainda está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Durante os próximos 30 dias, a Laureate pode receber propostas mais vantajosas de outro grupo, mas há a condição de multa de R$ 180 milhões para a Ser Educacional.

Yduqs entra na disputa

A Yduqs (YDUQ3), antiga Estácio, anunciou em seguida que, considerando a publicação da potencial transação, acredita ter condições de apresentar proposta concorrente mais atraente dentro do prazo estabelecido pelo go-shop.

"Os dados públicos divulgados da transação demonstram um forte potencial estratégico e de geração de valor que as nossas empresas combinadas teriam", afirma fato relevante divulgado ao mercado.

Laureate passa por um desmanche global

Estes anúncios vêm meses depois da Laureate colocar seus ativos no Brasil à venda, e em meio a um desmanche global companhia americana.

A Laureate já iniciou ou concluiu processos para vender seus negócios no Peru, México e Austrália. Na sexta-feira, a companhia anunciou a venda de sua operação no Chile e de uma universidade nos EUA — a Walden University, vendida por US$ 1,48 bilhões à Adtalem.

No mundo, a empresa possui 80 instituições de educação, localizadas em cerca de 25 países, principalmente na América Latina, Estados Unidos, Sudeste Asiático, Europa Ocidental, China, Austrália e Oriente Médio com cerca de 470 mil estudantes e mais de 50 mil colaboradores.

Atualmente a empresa possui 11 instituições de ensino superior no Brasil, sendo 50 campi em 7 estados, com 267 mil estudantes matriculados.

Relacionados:

► Yduqs tem prejuízo de R$ 79,5 milhões no trimestre; ações na B3 despencam► Petz estreia na B3 com ações valorizando 21,82%

Leia mais: